The Garoupini Chronicles
domingo, abril 25, 2004
 
Assim não dá Sr. Engenheiro...


O Sporting foi, ontem, a Leiria perder por 1-0. Com este resultado, e depois de ter tido uma vantagem de 7 pontos sobre o Benfica, o Sporting vê-se assim agora no 2 lugar em igualdade pontual com o clube da Luz. A exibição de ontem do Sporting foi apenas mais uma para juntar aos inúmeros jogos medíocres que a equipa tem realizado este ano. O Sporting não sabe jogar bem, logo não merece o 2 º lugar. È verdade que o Benfica tem feito, também, uma época bastante irregular mas consegue manter um nível exibicional bastante bom. A equipa de Camacho já chegou esta época, por vezes, a apresentar um futebol com um nível de espectacularidade muito elevado. Por isso merece inteiramente a segunda posição na SuperLiga.

As escolhas de Fernando Santos são, no mínimo, duvidosas. É um treinador de uma teimosia extrema. Passadas 32 jornadas, ainda me questiono como é que o Silva joga a titular... Fernando Santos, que é preciso relembrar, foi o principal culpado na eliminação do Sporting, tanto na taça Uefa (jogou com uma táctica defensiva e de contenção contra os turcos, depois de 1-1 no primeiro jogo fora) como na taça de Portugal (Paulo Bento a médio esquerdo). Tenta ser inteligente mas infelizmente não o é. Tenta ser inovador mas não o consegue. Não sabe motivar os jogadores e o balneário. Até fala bem, isso sim, mas falar bem nas conferências de imprensa não ganham jogos nem fazem a equipa jogar bem. Tem o dever de ficar no comando da equipa até ao fim do campeonato mas...não mais que isso. Mesmo assim, no próximo domingo, espero o Sporting saia vencedor do derby lisboeta com o Benfica e consiga pelos menos esta época garantir um lugar na liga dos campeões. Força Sporting!

sexta-feira, abril 23, 2004
 
Separados à nascença


 
+ Noticias insólitas do mundo do futebol


Por vezes os jornalistas enganam-se. Em jogo do campeonato belga, o Anderlecht perdia 1-0 com o Brugges quando faltavam apenas 5 minutos para o final da partida. O treinador do Anderlecht, Hugo Broos, decidiu, então, efectuar a sua terceira e ultima substituição. Logo após ter sido efectuada a permuta de jogadores, Per Zetteberg , internacional sueco de 33 anos e um dos mais carismáticos jogadores do emblema belga, levantou-se, apressadamente, do banco de suplentes em direcção aos balneários. Não voltou mais. Os jornalistas tomaram essa sua atitude com uma forma de demonstrar o seu desagrado ao treinador por não o ter escolhido para jogar. Resultado, no dia seguinte, as manchetes dos jornais belgas falavam todos da atitude do sueco para com o seu treinador: “Zetteberg desafia Broos” ; “ Por não ter sido utilizado, Zetterberg abandona jogo”. Mas na realidade nada disso era verdade. “Eu não estava zangado. Estava era aflito para ir á casa de banho”, disse o jogador do Anderlecht, espantado e irritado com esta situação. “Eu já falei com o treinador a explicar a situação. Que podia fazer? Fazer chichi e cócó no banco?” A declarações de Zetteberg não ficaram por aqui: ”Talvez da próxima vez leve um pequeno recipiente para poder “cagar” no banco. Assim depois não publicam mentiras e histórias idiotas”.

O antigo internacional romeno, Marius Lacatus, tornou-se no treinador a estar menos tempo à frente de um clube. O antigo símbolo do Steua de Bucareste tinha sido contratado pelo Universidade de Craiova. Mas, na conferência de imprensa que servia para apresentar o novo treinador do clube, os fans não esqueceram as ligações de Lacatus aos rivais Steua e protestaram veemente a sua entrada nos quadros do Craiova. Deste modo, após oito horas de ter sido contratado, Marius Lacatus foi despedido do cargo de treinador da equipa romena.

Anthony Crozier é um adepto do Newcastle United de Inglaterra. Juntamente com mais 4 amigos, comprou bilhete para assistir ao jogo da Taça Uefa que o seu clube iria realizar contra o Maiorca, em Espanha. Crozier ficou responsável pelas passagens de avião. No dia do jogo, Crozier e os seus 4 amigos partiram para Espanha, radiantes por ir assistir ao vivo, em terras espanholas, ao seu clube. Já em Espanha, e depois de umas cervejas, decidiram ir á procura do estádio do Maiorca. Com grande surpresa, depararam, ainda cá fora, que o estádio não tinha quase ninguém. Tentaram entrar mas surpreendentemente as bilheteiras, a menos de 2 horas do jogo, estavam fechadas. O problema é que estes fervorosos, mas não muito inteligentes, adeptos ingleses, estavam em Málaga e não em Maiorca...





quinta-feira, abril 22, 2004
 
No leitor de cds esta semana...


Robbie Williams - Swing When You´re Winning
 
Crónicas de uma anarquia anunciada - I
Subo, ao volante do meu peugeot 106 meio amolgado e com alguns riscos, uma rua do centro de Lisboa. Entretanto, paro calmamente numa passadeira para que o peão possa passar. Subitamente, oiço uma travagem brusca feita pelo táxi que seguia atrás de mim. Fiquei feliz, claro, por não me ter batido mas denotei logo uma irritação no condutor do táxi. Continuei serenamente a minha viagem. Começam a surgir, então, apitos e sinais de luzes pelo mesmo táxi que continuava atrás do meu bólide F1. Quando dou por mim, o táxi estava ao meu lado e em contra-mão.A janela abre-se, e o condutor, gentilmente diga-se, perguntou pela minha mãe, mandou-me ter relações homossexuais e disse que eu era o macho da cabra. Tudo isto com uma mulher e duas crianças no banco de trás do táxi. Eu retorqui, obviamente, com beijinhos. O simpático taxista teimava em continuar fora de mão. Disse-lhe para sair dali antes que causasse um acidente grave. Ele perguntou-me se era eu que o ia obrigar. Eu respondi-lhe que não, mas a lei da estrada, pelo menos que eu saiba, não permite a circulação em sentido contrário. O querido taxista disse então algo que de facto me pôs a reflectir bastante: “Lei? Quero lá saber das leis! Só os ursos e os estúpidos é que respeitam isso pá”. Logo a seguir ultrapassou-me e lá seguiu caminho. Primeiro, essa frase tão filosófica e penetrante, perto talvez da mais avançada genialidade humana, é muito injusta ao igualar os ursos com os estúpidos. O urso até é um animal inteligente. Mas, enfim, escrevi esta história, não pela situação entre o condutor e a minha pessoa, mas pela frase que aquele homem disse. Aliás, quem conduz em Lisboa, diariamente, acaba por viver episódios iguais a estes. Não tem nada de novo, nem de extraordinário. Mas, de facto, aquela frase proferida pelo taxista dá que pensar...
Já agora e, não tendo nada a haver com o texto, viva o 25 de Abril...

segunda-feira, abril 19, 2004
 
"Two more? Yes, please!"

É o terceiro ano consecutivo que Ricky Gervais e “The Office” ganham o BAFTA para melhor actor e melhor série cómica. Os BAFTA Awards premeiam os melhores actores e as melhores séries na televisão britânica.
 
Frases miticas...

"I'll tell you what the big advantage of homosexuality is. If you're going out with someone your size, right there you double your wardrobe. (...)When they approach a new recruit, I'm sure that's one of the big selling points."

Jerry Seinfeld in "Seinfeld"


Powered by Blogger

Introduza o seu e-mail para subscrever o The Garoupini Chronicles


Qual a melhor personagem de sempre de uma sitcom?
  
Free polls from Pollhost.com
LINKS