The Garoupini Chronicles
sexta-feira, fevereiro 20, 2004
 
"A Palhaçada"
Sai , não sai, sai , não sai. Aquilo que aconteceu com João Vale e Azevedo é simplesmente inqualificável. Parecia que estava a assistir a um sketch dos Monty Pythons devido ao non-sense do que estava a ocorrer. De facto, chegou a uma altura em que estava a achar o John Cleese demasiado parecido com o Vale e Azevedo mas nunca pensei que aquilo tivesse realmente a acontecer. Não sou defensor nem quero ser do antigo presidente do Benfica, não cabe a mim julgar quem quer que seja, cabe apenas à justiça (o que é isso?) decidir a sua inocência ou culpabilidade nos processos em que está envolvido. Á justiça e não aos media. Mas quando um arguido é posto em liberdade e passado poucos segundos é posto outra vez em prisão preventiva não e possível ter respeito e admiração pela nossa justiça. Pelo contrário...cada vez mais sinto que vivo num país que se dirige para a anarquia à velocidade de um formula 1. A questão do Vale e Azevedo é que se meteu e enfrentou o poder instalado do futebol e agora dificilmente sairá da prisão. Seja culpado ou inocente, a verdade é que à partida , desde o primeiro momento, serviu de bode expiatório para a resolução do problema da corrupção no futebol. A imagem que tentaram passar foi que, com Vale e Azevedo preso, o futebol agora estava limpo e transparente. Com estes acontecimentos, e depois da “A Armadilha”, o livro publicado pelo advogado, a sequela só se pode chamar “A Palhaçada”.
quinta-feira, fevereiro 19, 2004
 
Noticia Ultima hora: Vale e Azevedo detido
João Vale e Azevedo acabou de ser detido por três agentes da Policia Judiciária. As razões para tal detenção ainda não foram apresentadas.
 
Noticia Ultima Hora: Vale e Azevedo em liberdade
Vale e Azevedo foi posto em liberdade, à poucos minutos, pelo Tribunal da Relação de Lisboa.
terça-feira, fevereiro 17, 2004
 
A não perder : Cheers

Foi-se embora Alex P. Keaton, aparece Sam Malone. A SIC Gold começou , desde a última quinta-feira, a transmitir a serie Cheers no lugar de Family Ties. Desaparece Michael J. Fox mas aparece um Ted Danson, que nessa altura ainda não tinha a careca de hoje em dia. Ás 23h30, diariamente, na SIC Gold.
 
Inquérito
Não esquecer votar no inquérito. Grazie!
 
A "prostituta" politica
Existe em Portugal uma figura à qual, há uns anos atrás, eu admirava e respeitava. Hoje em dia transformou-se num verdadeira “prostituta” política. Falo, obviamente, de Freitas do Amaral. O objectivo é claro, a presidência da republica. Já antes Freitas do Amaral e o PP estavam separados mas com as eleições legislativas o divórcio consumou-se. Como não teve o apoio, do qual necessitava para iniciar a sua pré-campanha presidencial, Freitas do Amaral entrou num modo de desespero. Foi visto em protestos contra os Americanos, contra Israel e a favor do Aborto, tudo ao lado de personalidades de esquerda e extrema esquerda (sim eu considero o Bloco e PC extrema-esquerda). Está tão desesperado para chegar a Belém que não importa de onde venha o apoio, desde que venha, tá tudo bem. Freitas do Amaral concorrer com o apoio do Bloco de Esquerda seria o mesmo do que daqui a uns anos o Francisco Louça tivesse o apoio do PP. Simplesmente não faz sentido. Sou posso concluir que Freitas do Amaral pirou de vez e necessita de ajuda psiquiátrica urgente. Com isto tudo, nem vai chegar a Belém e manchou completamente a sua imagem. Perdeu e perdeu muito.
 
O declinio de um artista

Há um frase inglesa que diz o seguinte “Retire while you´re on top”. Pelos vistos o Herman José, que gosta tanto de demonstrar o seu conhecimento por línguas, nunca deve ter ouvido esta frase. Vai de mal a pior. Simplesmente já não tem piada, é tão simples quanto isso. Desde que foi para a SIC, o declínio tem sido brutal. Que saudades das quintas-feiras, com o Herman Enciclopédia. Não só os sketches resultavam em gargalhadas mas o grupo de actores que compunham, nessa altura, o programa era genial. O mais interessante no universo do Herman José é que até as personagens antigas mudaram. O Diácono Remédios já nem é feito da mesma forma, como também o José Estebes e outros tantos. A sua comédia podia ser um pouco ordinária mas continha a piada inteligente. Hoje, demonstra um certo exibicionismo misturado com um freak show ,travestis e a tal piada fácil sem conteúdo. Não tem nada de mal a piada fácil, pelo contrário, mas neste caso simplesmente não faz resulta. Podia associar o envolvimento do Herman, e o seu consequente “outing” como homossexual. com o processo Casa Pia para justificar tal declínio mas o Benny Hill também era gay e continuou a ter a mesma piada. A única razão da verdadeira “merda” que o espectáculo do Herman José se transformou terá a ver com a equipa que o rodeia. Sem um grupo de actores decentes, como era e é o José Pedro Gomes ou o Miguel Guilherme, o Herman José acaba por não ser nada. Teve ainda a sorte de contar com o Nuno Lopes mas, rapidamente, este pôs-se a milhas. Ou rapidamente o Herman José se reinventa ou então aquela imagem do melhor cómico português irá se apagando até deixar de existir. Sempre fui um adepto do Herman José. Divirto-me imenso a ver o seu trabalho antigo. Lionel Messias, o Presidente da Junta, o “eu sou mais bolos” , Lauro Dérmio e outros tantos. Hoje ligo as televisão ao domingo à noite...e vejo um comediante de rastos e desesperado para ter piada, obrigado a usar aquelas figuras idiotas que aparecem (Prof. Alexandrino etc.) para conseguir ganhar alguma audiência. Eu nem falo do programa de fim de ano que ele fez porque isso então...”simply shit”.

Powered by Blogger

Introduza o seu e-mail para subscrever o The Garoupini Chronicles


Qual a melhor personagem de sempre de uma sitcom?
  
Free polls from Pollhost.com
LINKS